O

que está em jogo para o setor nos próximos anos

Assim como nos anos anteriores, é esperado que em 2024 haja maior aproveitamento de ferramentas tecnológicas para impulsionar o segmento de automóveis, uma vez que os processos mais convencionais de sinistros requerem mais tempo. Contudo, a frequente utilização dessas tecnologias pode aumentar os custos de mão de obra. Segundo a Associação de Seguradoras Britânicas (ABI), houve elevação nos custos de reparação de veículos em 33% por ano, indicando o maior valor registrado desde que a ABI iniciou a coleta destes dados em 2013. 

Implicações do aumento de custos e o cenário global das seguradoras

O Property Casualty 360 revelou que em consequência do aumento desses custos, as seguradoras precisaram revisar o valor dos prêmios em caso de reparações, e apontou aumento significativo no ressarcimento financeiro nos Estados Unidos, no Reino Unido e no México. Portanto, é importante que as seguradoras estejam atentas a necessidade de desenvolver inovações em seus produtos para que não haja oscilação extrema no valor dos serviços. O portal indicou ainda algumas medidas que continuarão em foco no ano de 2024, com destaque principal para a utilização de inteligências artificiais, a digitalização e a personalização nos serviços do setor de automóveis. A State Farm, uma das líderes no setor e consolidada no mercado, possui o programa Drive Safe & Save, desenvolvido com base na telemática e dá autonomia aos segurados na inscrição e instalação de aplicativo móvel em seu veículo para captar o comportamento durante a condução. A State Farm e várias outras seguradoras de automóveis americanas foram listadas como as que mais promoveram investimentos tecnológicos e digitalização de serviços no país, pelo portal do Sindseg PR/MS.

Empresa de carro de luxo fornece soluções em caso de roubos

A Jaguar Land Rover (JLR) começou a oferecer aos clientes do Range Rover seguros personalizados devido aos desafios que os proprietários têm enfrentado com a incidência de roubos nos últimos tempos no Reino Unido, o que acabou causando problemas na obtenção de cobertura. A JLR anunciou em novembro de 2023 um investimento de £10 milhões em segurança de veículos para ajudar a combater os roubos sem chave. "Estamos totalmente empenhados em fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para resolver esta questão, adoptando uma abordagem multifacetada - desde o nosso investimento significativo na segurança dos veículos, até agora fornecermos o nosso próprio seguro” – indicou um representante da JLR. O Seguro Land Rover fez com que a incidência de roubos diminuísse, segundo dados da polícia do Reino Unido. Desde janeiro de 2022, apenas nove dos 12.200 novos Range Rovers foram roubados (0,07%), enquanto apenas 13 dos 13.400 novos Range Rover Sports foram afetados (0,1%). A empresa frisou ainda que pretende continuar evoluindo para garantir cada vez mais a segurança dos clientes, monitorando e aperfeiçoando seus processos.

O cenário brasileiro do Seguro Auto e o uso da telemática

Embora o Brasil seja um país onde a ocorrência de roubos é constante, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) divulgou dados que mostraram queda nos casos de roubo e furto de veículos da Região Metropolitana de São Paulo. Além disso, os veículos caros e de luxo não são alvo de roubos no Brasil. 

Em relação a prevenção de acidentes com base na telemática, o Estadão apontou que isso pode tornar as frotas mais econômicas e sustentáveis. Eduardo Canicoba, vice-presidente da Geotab, empresa líder em transporte conectado, afirmou: “Garantir um trânsito mais seguro nas estradas é uma responsabilidade coletiva, e os gestores de frota agora podem contar com o apoio de avançadas tecnologias nessa missão.” Para ele, é importante que sejam desenvolvidas estratégias de proteção aos motoristas, minimizando riscos de acidades e preservando vidas. Segundo o Observatório de Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a distração no volante é o principal fator para as colisões no Brasil, ocasionando mais de 22,3 mil acidentes no intervalo de janeiro de 2020 a janeiro de 2023.

O equipamento da Geotab é baseado em IoT (Internet das Coisas) e ao ser instalado no veículo, por meio de sensores e câmeras, é possível visualizar a performance do motorista, como a velocidade, aceleração, frenagens e outras possíveis situações de risco, até mesmo o uso do celular.

A personalização na mitigação de riscos e melhora na experiência do segurado 

De acordo com o Índice Neurotech de Demanda por Seguros (INDS), a procura por seguro auto no Brasil está crescendo expressivamente. O amadurecimento da geração Z e a inserção dos jovens nascidos depois de 1995 no mercado de trabalho fortaleceu a adesão da população dessa faixa etária aos seguros. O índice demonstrou um aumento de 12,38% na contratação de seguro de automóveis por brasileiros de 25 a 39 anos. Essa geração é marcada por possuir facilidade no manuseio de ferramentas digitais e no uso de redes sociais. Uma das que mais atraem a atenção destes jovens atualmente é o TikTok. De acordo com a pesquisa elaborada pela Her Campus Media, os jovens preferem o formato do TikTok, pois 69% dos entrevistados valorizam a experiência de conteúdo em vídeo, 47% consideram respostas personalizadas e 65% encontram respostas mais relacionáveis na plataforma. 

Seguradoras precisam oferecer coberturas mais personalizadas

Assim,a incorporação da inteligência artificial e do uso de dados possibilita o aumento na personalização, evitando riscos e diminuindo a incidência de sinistros. Através de recursos telemáticos as seguradoras conseguem monitorar o comportamento do condutor e podem desenvolver estratégias para oferecer apólices mais direcionadas aos segurados. 

Por isso, pensando em desenvolver estratégias com a análise detalhada de dados, é indispensável que as seguradoras busquem oferecer coberturas mais personalizadas, adaptando-se melhor ao perfil e às necessidades individuais de cada cliente. Utilizando a telemática como tecnologia que monitora a atividade do condutor do veículo, a oferta de apólices assertivas se torna mais favorável.

Postado em
3/1/2024
 na categoria
Tecnologia

Mais sobre a categoria

Tecnologia

VER TUDO